sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Espetáculo experimental transmídia une teatro e redes sociais, em formato inédito

EU – Negociando Sentidos, espetáculo experimental transmídia dirigido e idealizado por Bernardo Galegale e Gustavo Vaz, estreia dia 11 de Outubro, às 21 horas, na cidade de São Paulo. A montagem, desenvolvida num workshop em 2012 com supervisão de dramaturgia de Rui Xavier, foi viabilizada através de um site de financiamento coletivo. É o primeiro espetáculo da ExCompanhia de Teatro e tem formato inédito.

O processo de criação de EU – Negociando Sentidos durou cerca de um ano e meio - desde as primeiras reuniões entre os diretores e idealizadores Bernardo Galegale e Gustavo Vaz, passando pelos ensaios com o elenco formado pelos atores Bárbara Mello, Daniel Warren e Johnnas Oliva, até as apresentações do workshop realizadas entre maio e junho deste ano e acompanhadas por cerca de vinte pessoas.

EU – Negociando Sentidos é o espetáculo de estreia da ExCompanhia de Teatro, que tem como base de sua pesquisa potencializar e ampliar as possibilidades de experiência no teatro contemporâneo. “O formato criado para EU – Negociando Sentidos promove diversos momentos de experiência do público participante com a obra artística. Durante as três semanas em que a trama se desenvolve a plateia vive uma espécie de realidade paralela, misturando a todo o momento o real e o não real, tanto nos encontros presenciais quanto nas conversas virtuais com os personagens. As pessoas participam, interferem e vivenciam a história; tornam-se personagens dela”, definem os diretores.

O espetáculo é divido em três atos (encontros na casa dos personagens), um a cada semana, e permeado por conversas do público com os personagens através de redes sociais na internet. O enredo narra a história do casal Leonardo (performer) e Sofia (fotógrafa) que decide se mudar de Campinas para São Paulo, buscando novas amizades e experiências na capital paulista. O público interage com os personagens desde antes da mudança, a partir do contato virtual nas redes sociais: “A trama e os conflitos são apresentados sempre pelos personagens em primeira pessoa, através de conversas com os participantes no bate papo no Facebook, mensagens no Twitter, troca de e-mails e até mesmo por ligações de celular. Inclusive, apenas os participantes do público saberão onde o espetáculo acontecerá. Toda essa relação suscita conexões próximas ao real entre o eles e os personagens”, comentam Bernardo e Gustavo.

Como um bom enredo pede, não faltam surpresas na história. “A chegada dos personagens a São Paulo é apenas o começo. A dramaturgia possibilita diversos caminhos durante as três semanas, com encontros dentro e fora da casa dos personagens, de maneira coletiva ou individualmente, com o público podendo até mesmo receber um deles para uma conversa na sua própria casa – claro, sempre com prévia permissão do participante. Não existe texto, e sim, um roteiro de dramaturgia pré-ensaiado com os atores, o que reforça uma principal característica do espetáculo: cada momento é literalmente único, não podendo ser repetido nem vivenciado por outra pessoa, a não ser por aquela que estiver presente quando ele se der”, explicam.

O espetáculo ainda conta com uma particularidade: todos os encontros serão filmados e os registros gerados serão transformados numa Docuficção, onde o público é um dos personagens da história digital. “A ideia do filme é, partindo de uma experiência teatral presencial, possibilitar aos espectadores uma experiência diferente da vivenciada pelo público participante, mas ainda assim, única.”, encerram.

Sinopse

Espetáculo com formato inédito no mundo coloca o público em contato direto com os personagens em redes sociais e encontros cênicos presenciais, misturando realidade e ficção. Leonardo Gritzbur é performer. Sofia Montillo é fotógrafa. Um casal de mudança para São Paulo, capital. Para conhecerem novas pessoas na nova cidade, adicionam perfis de pessoas reais no Facebook. Sofia começa então a envolver o público numa rede de mentiras, onde nada é o que realmente parece ser. Enquanto isso, Leonardo segue buscando sua grande obra de arte e coloca o público como parte fundamental de sua pesquisa. Após chegarem a São Paulo, surge um novo personagem: Fernando Cartelli. A partir daí novos conflitos são revelados e a história toma um rumo surpreendente.

Espetáculo experimental transmídia: EUNegociando Sentidos
Com a ExCompanhia de Teatro
Direção e Idealização: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz
Elenco: Bárbara Mello, Johnnas Oliva e Thiago Andreuccetti
Supervisão de Dramaturgia: Rui Xavier
Cenografia e figurinos: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz
Preparação de Elenco: Gustavo Vaz
Produção executiva: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz
Realização: ExCompanhia de Teatro

 

Estréia: 11 de Outubro de 2012

Local: cidade de São Paulo

Temporada: Quintas-Feiras às 21h – Até 22/11/2012
Ingressos: R$ 90,00 = valor único participação nos 3 atos (bilheteria do Teatro do Centro da Terra até 1 semana antes do Primeiro Ato de cada apresentação. Rua Piracuama, 19 – Perdizes / 11 3675-1595. Sem meia-entrada.) Horário de Funcionamento: de 3ª a 6ª (14h às 18h) e dom. (10h às 13h).
Gênero: híbrido – Duração: 1h30 por Ato, sendo 3 Atos, um por semana
Indicação de idade: 18 anos
Lotação: 22 pessoas (mínimo de 10 pessoas por apresentação)

Bauru e Jaú recebem o TIM Roda de Rock

O grupo paulistano Houdinis apresenta o espetáculo TIM Roda de Rock nas cidades paulistas de Bauru e Jaú, no dia 4 de outubro, quinta-feira, com entrada franca.

Em Bauru, o show acontece às 12 horas, no Bosque da UNESP, na Av. Eng. Luiz Edmundo C. Conde, número 14-01.

Em seguida, o grupo toca no encerramento do Simpósio de Tecnologia em Meio Ambiente e Recursos Hídricos, às 18 horas, na FATEC de Jaú, situada à Rua Frei Galvão, s/n, no Jardim Pedro Ometto.

Formado por Junior Del Campo (vocais), Ícaro Scagliusi (guitarra), Ricardo Carneiro (guitarra), Lúcio Del Cielo (percussão), Marcos Lucke (baixo), Gui Afif (saxofones), os Houdinis vem percorrendo, desde agosto, cidades do interior paulista com apresentações gratuitas, que seguem até o dia 22 de setembro. No total, 15 cidades são contempladas.

O grupo faz releituras de obras clássicas do rock mundial, com pegada descontraída e bem pertinho do público. De um repertório com mais de 200 composições, eles pinçam as obras que serão interpretadas em cada show. Neste extenso cardápio musical, tem som para todos os gostos e tribos, mas a performance é impar, lapidada em mais de dois anos de Roda de Rock .

O TIM Roda de Rock foi viabilizado por meio do ProAC, Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura, com patrocínio da TIM.

O projeto já passou por Ilha Bela, Piracicaba, Jundiaí, Rio Claro, Campinas, Serra Negra, Mogi das Cruzes, Tremembé, Ubatuba, Caraguatatuba e Sorocaba. Demais cidades que receberão o TIM Roda de Rock: Pirassununga e Mogi Guaçu.

A Roda de Rock e o Houdinis

O início da Roda de Rock foi como uma brincadeira. Dois músicos - um cantor e um guitarrista - começaram a fazer um som, aos domingos, no bar de uma amiga, a Dida. O encontro trazia rock’n’rol da melhor qualidade, feito de improviso, sem roteiro nem repertório a ser seguido.

Aproveitando que “domingo é uma espécie de sexta-feira” para os artistas que trabalham na noite, outros músicos foram chegando ao Bar da Dida - alguns amigos de longa data - para tocar aquele rock descontraído e se divertir. Logo chegaram mais um guitarrista, um percussionista, um baixista, um saxofonista... Uma mesa teve que ser providenciada para acomodar tantos instrumentos, copos e pratos, inaugurando assim a Roda do Rock. A plateia de apreciadores também cresceu, o encontro virou assunto sério e o grupo ganhou o nome de Houdinis.

O que sei viu, desde então, foi rock verdadeiro e informal, sendo executado por músicos de talento e experiência, já amparados pelo equipamento necessário à roda e um repertório de mais de 200 músicas. Mas o clima de roda e o rock sem “firula” permaneceram como grandes atrativos. Os Houdinis estão, sim, para brincadeira musical, no melhor sentido da palavra, há mais de dois anos, enchendo um baú de histórias e sempre colhendo gente para fazer parte desta trilha sonora.

Os Houdinis e sua Roda de Rock já apresentaram shows e participaram de gigs em diversos espaços como: Bar da Dida, Gil Café, Dry Bar, Bar Aurora, Melograno, IT Media (Hyatt Hotel), Troá Camisaria, Suite Savalas, Projeto Harmonizasom (do Melograno), Virada Cultural de São Paulo (24h de rock) e agora Projeto Tim Roda de Rock (15 cidades do interior de São Paulo, em agosto a setembro de 2012).

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Pin Ups participa da série Arquivo do SESC Belenzinho

O projeto Arquivo contempla artistas e grupos que consolidaram o nome no cenário brasileiro pela carreira profícua ou proposta estética, que se destacaram pelo trabalho alternativo ao difundido pela indústria fonográfica estabelecida.

No dia 29 de setembro (sábado, às 21h30) o projeto Arquivo do SESC Belenzinho apresenta a lendária banda paulistana Pin Ups, considerada um dos principais nomes do rock independente brasileiro. Fundada no final da década de 80, pode-se dizer que sua sonoridade remete a bandas como Jesus and Mary Chain e Velvet Underground.

Para a apresentação na Comedoria do Sesc Belenzinho, a Pin Ups reuniu o line up clássico, com Zé Antonio Algodoal na guitarra, Alexandra Briganti no baixo e vocal, Flávio Cavichioli (bateria), além dos convidados especiais Mário Bross (da banda Wry) na outra guitarra e Rodrigo Carneiro no vocal.

No set lista, músicas próprias de diversas fases da carreira como “Guts” e “You Shouldn't Go Away”, “Going On” e “Witkin”, que sempre estiveram presentes no show da banda. Mas o grupo interpreta também outras composições que nem sempre fizeram parte do repertório, além de uma música inédita – surpresa! - que não foi gravada e nem tocada antes pela banda em show.

Outras músicas que completam o roteiro do show da Pin Ups: “Go Insane”, “Putting Things Together”, “Confusion”, “Loneliness”, “To All Our Friends”, “Bitter”, “Pure” e “Crack”, entre outras.

Pin Ups

A Pin Ups é uma das bandas mais expressivas do cenário alternativo dos anos 90. Fez carreira com uma energia única, refletida nos shows que fizeram pelo país em mais de 15 anos de carreira. Lançou seis discos, um compacto e duas fitas cassetes em edição limitada, além de participar da coletânea Centrífuga, que reunia bandas da cena alternativa. Após o fim do grupo, em 2000, eles se reuniram apenas três vezes. A primeira delas foi para a abertura do show dos Pixies no Curitiba Pop Festival; a segunda foi algo descompromissado, quase uma jam session para comemorar os 20 anos do primeiro álbum, Time Will Burn; recentemente, apresentou-se na Virada Cultural e, agora, no SESC Belenzinho. Durante os anos 90, tiveram destaque com o lançamento do LP Time Will Burn, dos CDs Gash, Scrabby?, Jodie Foster, Lee Marvin e o EP Bruce Lee. Ao longo de sua trajetória, a banda sofreu algumas alterações em sua formação, inclusive com a entrada de Alexandra Briganti Cruz para assumir os vocais e o contrabaixo.

Projeto Arquivo: Pin Ups
Dia 29 de setembro – Sábado, às 21h30
SESC Belenzinho - www.sescsp.org.br/belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho/SP - Tel: (11) 2076-9700
Comedoria. Proibido p/ menores de 18 anos.  Ingressos: R$ 24,00, R$ 12,00 e R$ 6,00
Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado); R$ 3,00 (matriculado no SESC).

Curumin mostra novo CD no SESC Belenzinho

O cantor e baterista paulistano Curumin apresenta-se no dia 28 de setembro, sexta-feira, no SESC Belenzinho, às 21h30, para mostrar seu novo álbum Arrocha, o terceiro da carreira.

Produzido por Zé Nigro, Lucas Martins e pelo próprio Curumin, com participação dos músicos Gui Amabis, Edy Trombone e Ricardo Hertz, o novo trabalho dá continuidade a um processo de pesquisa às antiguidades orais, iniciado com o CD JapanPopShow.

Na apresentação no SESC Belenzinho, o artista mescla canções do novo CD – como “Selvage”, “Doce”, “Treme Terra”, “Afoxoque” (parceria com RussoPassaPusso) e “Vestido de Prata” (Chico Evangelista e Jorge Alfredo) - com sucessos anteriores, entre eles “Magrela Fever”, “Mistério Stereo”, “Salve”, “Salto no Vácuo com Joelhada“, “Sambajapa“ e “Caixa Preta”(parceria com Lucas Santtana e BNegão).

No show Curumin canta e toca bateria, cavaquinho e também pilota os samples, acompanhado por Marcelo Effori (samples e bateria), Lucas Martins (baixo e samples) e Zé Nigro (programação).

Show: Curumin
Dia 28 de setembro – Sexta-feira, às 21h30
SESC Belenzinho - www.sescsp.org.br/belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho/SP - Tel: (11) 2076-9700
Comedoria. Proibido p/ menores de 18 anos. Ingressos: R$ 24,00, R$ 12,00 e R$ 6,00
Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado); R$ 3,00 (matriculado no SESC).

Kyp Malone e seu Rain Machine no SESC Belenzinho

O projeto musical solo do guitarrista e compositor norteamericano Kyp Malone, da banda TV On The Radio, será apresentado no dia 27 de setembro, quinta-feira, no SESC Belenzinho, às 21h30. Trata-se do Rain Machine cuja sonoridade experimental mistura referências de jazz, blue grass e rock.

Pode-se dizer que Rain Machine mostra a face “mais humana” de Kyp Malone. Neste projeto solo, ele deixa um pouco de lado a agitação e energia, exaltadas em sua banda. Ainda que isso possa parecer estranho, Malone faz aqui uma sonoridade mais condizente com uma música "futurista", talvez embalada por “resgates” ou simplesmente música, em sua forma mais primitiva.

Há quem considere o som do Rain Machine como uma versão lo-fi e mais experimental do TV On The Radio. Os dois projetos compartilham da busca por novos caminhos calcados na ousadia. O disco de estreia do Rain Machine foi lançado em 2009 e garantiu ao grupo boas avaliações e críticas de publicações como Uncut, NME e Pitchfork. Em turnês, o grupo de Kyp Malone já abriu shows para o Pixies e participou de vários festivais nos Estados Unidos e na Europa.

“Intro”, “ Give Blood”, “New Last Name”, “Smiling Black Faces”, “Driftwood Heart”, “Hold You Holly”, “Desperate Bitch”, “Love Won't Save You”, “Free Ride”, “Leave The Lights On” e  “Winter Song”.

Show: Rain Machine
Com Kyp Malone
Dia 27 de setembro. Quinta-feira, às 21 horas
SESC Belenzinho - www.sescsp.org.br/belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho/SP - Tel: (11) 2076-9700
Comedoria (500 lugares). Duração: 1h30. Classificação etária: 18 anos
Ingressos: R$ 24,00, R$ 12,00 e R$ 6,00
Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado); R$ 3,00 (matriculado no SESC).

Grande Gala 2012 apresenta os melhores da dança

O SINDDANÇA apresenta no dia 6 de outubro, sábado (em duas sessões, às 16h e às 20h), a 18ª edição do Grande Gala ENDA – que apresenta Os Melhores dos Melhores no campo da dança no estado de São Paulo. O espetáculo acontece no palco do Auditório do Memorial da América Latina, reunindo espetáculos de balé clássico, moderno e contemporâneo, dança de salão, sapateado e jazz.

O espetáculo do Grande Gala – sob direção de Maria Pia Finócchio – reúne 50 coreografias – dentre as 90 vencedoras em primeiros e segundos lugares no 31º Encontro Nacional de Dança (ENDA) - ocorrido em agosto no mesmo palco do Memorial. Os grupos foram avaliados por um corpo de jurados formado por Maíza Tempesta, Norma Masella, Sara Debenedetti, Márcia Cruzeiro e Manoel Francisco.

Durante o evento serão entregues os troféus aos vencedores e prêmios em dinheiro para aqueles que obtiveram as maiores notas do júri, além de bolsas de estudos no exterior. O Grande Gala ENDA se caracteriza pelo dinamismo nas apresentações com coreografias curtas (de até seis minutos) e pela variedade nos estilos de dança.

O ENDA, festival pioneiro no estímulo à dança no Brasil, apresentou entre os dias 3 e 5 de agosto mais de 100 coreografias que concorreram em várias modalidades, defendidas por grupos de diversas cidades paulistas. E o Grande Gala vem celebrar esse grande encontro, homenageando e festejando os vencedores.

O Encontro Nacional de Dança é uma realização do Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo (SINDDANÇA) que é dirigido por Maria Pia Finócchio, desde sua fundação, em 1991. Há 31 anos, o Encontro vem revelando talentos da dança, levando-os a participarem de importantes grupos nacionais e internacionais, além de inspirar a realização de outros festivais pelo País.
  
 Grupos/coreografiasque participam do Grande Gala 2012:

Oficina Cultural Contemporânea de Barueri - Eternamente Ana.
Grupo Paulista de Dança – Lembranças; Pássaro Azul; A Espera; Handel; The Fairy Doll; La Bayadere.
Espaço de Dança Paulista - Dom Quixote; Tarantella; Suíte La File Mal Gardee; O Corsário.
Camilla Ballet - Dom Quixote.
Ballet Narcisa Coelho – Mascarede; Carnaval em Veneza; Undocked.
Grupo dé Dance – Chicago.
Grupo Impacto – Screan.
Espaço Flamenco Yara Castro - Suíte Espanhola.
Ballet Paula Gaspirini - Chamas de Paris; Harlequinade; Coppélia; En Scene; Piazzolla; Esmeralda.
Nova Forma - Pin’ups.
Grupo Artex Arte e Expressão - Enquanto Eu Sonho.
Sapatearte – Dados.
Grupo Panteras – Tightrope.
2&2 Cia de Dança - Forrueiros do Brasil.
Grupo Sigma - Em pequenos Gestos; Non Sense; Tri-ox; In Can Filo.
Ballet Coppelia - Jardim das Orquídeas.
Corpus Magnus Ballet Maria Lamberti - Pas de Trois de Paquita; Sous Le vent.
Scala-Mi – Sublissimo; Enfim... Não me Deixe.
Ballet Art’Expressão – Celebration; In flash.
Grupo de Dança Mina Pires – Segredos.
Núcleo de Dança Giracorpo - Corpus em Movimento; Qualquer Duvida me Ligue; Beijo; Adriana.
E muitos outros.               

Espetáculo/dança: Grande Gala ENDA 2012
Direção: Maria Pia Finócchio
Realização/produção: SINDDANÇA - www.sinddanca.com.br
Dia 6 de outubro – sábado – às 16 horas e às 20 horas
Local: Memorial da América Latinawww.memorial.sp.gov.br
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda/SP
Informações: (11) 3823-4600
Ingressos: R$ 20,00 - Duração: 2h30 (com intervalo) – Classificação etária: 6 anos.
Estacionamento (Portão 15) sem manobrista: R$ 10,00. Entrada/pedestres: Portão 13.


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Casa Santa Luzia promove evento sobre óleos e azeites

O Mezanino da Casa Santa Luzia será o cenário para um evento, voltado para os consumidores exigentes em sabor e qualidade de vida, amantes do bom azeite de oliva e dos óleos funcionais. Entre os dias 24 e 29 de setembro, de segunda a sábado, a Casa promove a Semana dos Óleos e Azeites.

Durante o evento serão promovidas degustações, entre 10h e 19h, com várias marcas de azeites de origem espanhola, italiana, grega e portuguesa, além de óleos de coco e de sementes como canola e chia. Todos os produtos envolvidos estão disponíveis nas prateleiras da Casa Santa Luzia.

No dia 26, quarta-feira, às 15 horas, a especialista em azeites Christiane Bracco ministra a palestra Azeites: Propriedades, Dicas de Compra e Armazenagem. As inscrições devem ser feitas antecipadamente pelo telefone (11) 3897-5000, ramal 5081, ou pessoalmente no Mezanino da loja (Alameda Lorena, 1471).

Christiane Bracco estuda o mercado de azeite de oliva desde 2009, tendo feito curso de formação na Itália com certificação pela ONAOO (Organização Nacional dos Degustadores de Azeite de Oliva). É a idealizadora do portal Atelier do Azeite www.atelierdoazeite.com.br que tem como objetivo difundir a cultura deste produto no Brasil. Christiane é ainda formada em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie, MBA em Finanças e Mercado de Capitais pela FGV, experiência de mais de 10 anos no mercado financeiro.

Completando a programação da Semana dos Óleos e Azeites, a Casa preparou diversas ofertas de marcas comercializadas pela loja. Muitas delas são de importação da própria Casa Santa Luzia.

As marcas que participam do evento são: Carbonel, Colavita, Cordovil Esporão, De Cecco, Enjoy, Dr. Orgânico, Josep Llorens, La Rioja, Ouro Verde, Perez Arquero, Paesano, Punta Lobos, Raiola, Terra Creta, Vital Atman e Ybarra, além daquelas importadas pela Casa como Borges, Costa d’Oro, Rey, Olitalia, Roland, Romaneira, Terras d’el Rey e Vila Flor.

A Casa Santa Luzia possui uma grande variedade de marcas, nacionalidades e tipos de azeites e óleos. São aproximadamente 280 opções de azeites de oliva, sendo 184 delas do tipo extra virgem, 44 tradicionais e 51 com sabor ou aromatizadas. Somente os originários da Espanha, compõem um mix com cerca de 10 marcas e mais de 30 opções, entre virgem, extravirgem, puros, aromatizados e tradicionais. Alguns destes produtos podem ser adquiridos pelo site da Casa: www.santaluzia.com.br.

A campanha Azeite Sua Vida / Azeite de Oliva Espanhol, ASOLIVA e Oficina Comercial da Embaixada da Espanha apoiam a presença das marcas espanholas no evento e também a palestra de Christiane Bracco.

Programação – Semana dos Óleos e Azeites
Horário das degustações: das 10h às 19h
Programação sujeita a alteração.

  • 24/9 – Segunda-feira: Degustação: Azeite Espanhol Extra Virgem Borges.
  • 25/9 – terça-feira - Degustação: Óleo Chia La Rioja, Óleo de Canola Trade Americas e Azeite Italiano Costa D'Oro Extra Virgem.
  • 26/9 - quarta-feira - Degustação: Azeites Espanhóis Extra Virgem das marcas Ybarra, Perez Arquero (La Rioja), Josep Llorens, Carbonel e Rey.
Palestra (às 15 horas, grátis) - Azeites: Propriedades, Dicas de Compra e Armazenagem. Com Christiane Bracco. Inscrições: (11) 3897-5000 ramal 5081 ou na Al. Lorena, 1471 (Mezanino). 30 vagas. Duração: 1h.

  • 27/9 - quinta-feira - Degustação: Óleo de Coco Dr. Orgânico, Óleo de Castanha do Pará Extra Virgem Ouro Verde e Azeite Português Extra Virgem Cordovil Esporão
  • 28/9 - sexta-feira - Azeite Uruguaio Extra Virgem Punta Lobos, Azeite Italiano Extra Virgem Paesano e Óleo Extra Virgem Vital Atman.
  • 29/10 – sábado - Azeite Italiano Extra Virgem Raiola, Azeite Extra Virgem Grego Terra Creta e Azeite Italiano Extra Virgem Colavita. 
Maiores informações: (11) 3897-5076 ou nutricionista@santaluzia.com.br

CASA SANTA LUZIA
Al. Lorena, 1471 – SP - Tel (11) 3897-5000 – www.santaluzia.com.br
Twitter - @casasantaluzia

Túlio Mourão traz seu jazz mineiro para o Piano na Praça

Rafa Castro faz concerto de abertura às 15 horas

A série Piano na Praça da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo apresenta no dia 29 de setembro, sábado, duas gerações de músicos mineiros, na Praça Dom José Gaspar – centro da cidade. Representante da nova geração de pianistas, Rafa Castro faz o primeiro concerto da tarde, às 15 horas.   E o consagrado instrumentista, arranjador e compositor, Túlio Mourão, mostra sua genialidade com as teclas, às 16 horas.

O programa da apresentação de Túlio Mourão no Piano na Praça inclui uma homenagem aos 70 anos de Caetano Veloso com a composição "Como 2 e 2".  Temas autorais e grandes clássicos da música brasileira e internacional completam o roteiro, como “O Último Desejo” (Noel Rosa), “Maracangalha” (Dorival Caymi) e “She's Leaving Home" (Lennon & McCartney), entre outras.

Rafa Castro promete mostrar porque vem despontando como um dos melhores pianistas de Minas Gerais, interpretando composições próprias como “Tão Perto” e “Dança de Outono” (parceria com Lucas Soares). Outros mineiros serão lembrados em sua apresentação: as músicas “Vera Cruz”, de Milton Nascimento, e “O Trem Azul”, de Milton e Lô Borges, integram seu repertório.

Os concertos ao ar livre da série Piano na Praça é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, que acontece, quinzenalmente, na Praça Dom José Gaspar. O projeto, que está na 7ª temporada, apresenta pianistas de expressão nacional e internacional, tanto no âmbito popular quanto erudito.

Série: Piano na Praça
Dia 29 de setembro de 2012 – sábado
15 horas: Rafa Castro
16 horas: Túlio Mourão
Local: Praça Dom José Gaspar, s/nº - Centro – São Paulo/SP
Grátis – Informações: (11) 3397-0160 – Metrô República
Nº lugares: 300 cadeiras - Concerto ao ar livre – Duração: 2 horas

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Mire Veja: Você Dança Pra Mim?... no SESC Belenzinho


A partir do dia 6 de setembro, a artista Tatiana Devos Gentile estará no SESC Belenzinho e também no entorno da unidade, apresentando sua intervenção Mire Veja: Você Dança para Mim?. As ações são realizadas com pessoas comuns que queiram dançar, neste caso são filmadas dançando, e a exibição é feita em uma espécie de câmera lambe-lambe, para uma única pessoa por vez.

O projeto tem como objetivo promover intervenções urbanas, com ações na rua, propondo encontros em espaços públicos. Em Mire Veja: Você Dança para Mim?, Tatiana convida as pessoas a dançarem para ela. Os convites são feitos pessoalmente e por anúncios, espalhados pelo SESC Belenzinho e pelo seu entorno. Quem aceita o desafio, escolhe um lugar, um som (uma música ou um ruído ou um silêncio) e, utilizando um walkman, dança pra artista.

Toda a ação do participante é filmada (em câmera Super 8 ou digital). Os filmes são exibidos nas ruas em uma estrutura similar à antiga câmera lambe-lambe (câmera escura). Somente uma pessoa por vez pode ver a cena, pois a outra está “dançando para ela”.

Além dos filmes produzidos durante a temporada no SESC Belenzinho, serão exibidos outros, feitos em Recife e Olinda (durante a Residência Artística do Salão de Artes de Pernambuco), em São Paulo (durante a 4ª edição do CorpoInstalação), em Santos (na Bienal SESC de Dança 2011) e em Araraquara (no Festival de Inverno Sesc Araraquara 2012).

Intervenção: Mire Veja: Você Dança Pra Mim?
Concepção e realização: Tatiana Devos Gentile.
Concepção e elaboração da estrutura: Saulo Uchôa e Tatiana Devos Gentile.
Temporada: de 6 a 30 de setembro. De quarta a domingo
Grátis. Livre para todos os públicos

Dias e locais – anúncio/convite e exibição
SESC Belenzinho:
Dia 16/9 (domingo) – 15h às 17h - Praça e Convivência
Dia 23/9 (domingo) – das 15h às 17h - Praça e Convivência
Dias 27 e 28/9 (quinta e sexta) – 18h às 20h – 3º andar
Entorno da unidade:
Dia 13/9 (quinta) - 15h às 14h – Largo do Belém
Dia 14/9 (sexta) - 12h às 14h – Praça Silva Romero (Tatuapé)
Dia 14/9 (sexta) - 16h às 18h – Em frente à estação Brás do Metrô
Dia 16/9 (domingo) - 9h às 12h - Vila Maria Zélia
Dia 19/9 (quarta) - 18h30 às 1h – Baile do Juventus (Mooca)
Dia 21/9 (sexta) – horário a definir - Largo do Rosário (Penha)
Dia 22/9 (sábado) – 9h – Feira do Carrão
Dia 23/9 (domingo) – 9h às 11h – Clube Escola da Mooca
Tatiana Devos Gentile

Artista visual e cineasta, Tatiana Devos Gentile mora e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Dança pela Faculdade Angel Viana e cursou também Cinema na Paris VIII, França. Ela pesquisa a relação entre dança, performance e cinema, transita entre o cinema e a as artes visuais. Desde 2009, desenvolveu o projeto Mire Veja, ganhador da Bolsa de Residência Artística do 47º Salão de Artes de Pernambuco, passando por Recife e Olinda. Apresentou Mire Veja também em São Paulo (4ª edição do CorpoInstalação do SESC Pompéia), no Festival Dança em Foco e na Bienal SESC de Santos. Em 2011, dirigiu o curta metragem Meu Avô, o Fagote, selecionado para diversos festivais no Brasil e no exterior e ganhador do Prêmio de Público do Panorama Carioca do Curta Cinema. Desde 2009, Tatiana desenvolve o trabalho Retrato: Substantivo Feminino, em parceria com Laura Tamiana, viabilizado pelo Prêmio Interações Estéticas - Residências Artísticas em Ponto de Cultura Funarte/MinC. Realizou os videodanças: O Jogo da Dança da Nossa Vida (em parceria com Nadam Guerra), FF>> (em parceria com Leticia Nabuco, Marcelo Stroppa e Karenina de los Santos, viabilizado pelo Rumos Dança do Itaú Cultural) e Flipbook (em parceria com Leticia Nabuco) tendo participado com eles de diversos festivais no Brasil e no exterior. Mais informações em www.projetomireveja.blogspot.com.

SESC Belenzinho inaugura obra exclusiva de Carlos Fajardo


O Projeto Vão do SESC Belenzinho convida artistas dedicados à pesquisa estética para além do objeto, a redesenharem a área central da torre da unidade a partir de propostas In Situ. Carmela Gross inaugurou a serie com Escadas, e o próximo trabalho será assinado por José Resende.

O SESC Belenzinho inaugura no dia 21 de setembro, sexta-feira às 21 horas, a obra No Meio do Vão do artista plástico paulistano Carlos Fajardo. A instalação é uma espécie de labirinto em linha reta, projetado exclusivamente para o Átrio da unidade, formado por placas de vidro espelhado (laminado refletido prata).

O projeto Vão foi concebido e é coordenado pelo Núcleo da Imagem e da Palavra (N.I.P) do SESC Belenzinho. “Carlos Fajardo foi convidado para criar esta intervenção porque sua arte não tem metáforas, é um trabalho para todas as pessoas”, explica o curador Alcimar Frazão. Já Carlos Fajardo não explica sua obra instalada. “O trabalho permite uma relação direta com as pessoas que o visitam: não tem uma leitura simbólica”, diz.

Criada para estabelecer uma conversa lúdica com o participador, a obra é uma construção que tem como referência a piscina do vão central do SESC Belenzinho. “À primeira vista, pode causar no espectador a impressão de ser um bloco só, com superfície envidraçada. Mas, de perto, revela-se um acolhedor e sedutor espaço, onde as placas alternadas propiciam a multiplicação das imagens dos observadores. É possível ver a própria imagem e a do outro, ao mesmo tempo.” Explica Carlos Fajardo. 

A proposta da obra parte de desenhos de planos e espelhos que desconstroem poeticamente pressupostos geográficos e colocam em questão certas determinações espaciais. A área do Átrio do SESC Belenzinho tem, aproximadamente, 16m de altura (torre), 16m de comprimento e 12m de largura. No Meio do Vão é formado por 18 laminados (placas com 2,20m x 1,60m) fixados de forma alternada, gerando 24 módulos, instalados na parte central e longitudinal do espaço. Não há iluminação artificial; age sobre a instalação a luz natural do ambiente.

Segundo Alcimar Frazão, o SESC Belenzinho quer dar ao público a perspectiva atual das artes visuais. Por isso decidiu-se pela ocupação temporária com artistas importantes, objetivando a escultura em um espaço expandido, a partir do estudo do local em que é construída para - com ele - dialogar.

“O projeto traz artistas consagrados para executarem experiências estéticas que, devido à sua radicalidade, não podem ser abarcadas em espaços mais fechados ou mais tradicionais como o das galerias de arte. Assim o SESC cumpre sua função social com uma proposta de arte de vanguarda, na qual o espaço abriga ‘outra’ experiência sem impedir seu uso habitual nem anular sua arquitetura”. Argumenta o curador.

Carmela Gross foi a primeira artista a criar uma obra para o projeto Vão, inaugurada em abril de 2012, intitulada Escadas. E, após a exposição de Carlos Fajardo, José Resende assina a próxima instalação, prevista para o início de 2013. Os três já fizeram trabalhos para o SESC Belenzinho (no antigo prédio da unidade) que se tornaram obras importantes, tanto em suas trajetórias individuais quanto no universo das artes visuais dos últimos 10 anos.

Exposição: No Meio do Vão | Carlos Fajardo
Inauguração: 21 de setembro – sexta – às 21 horas
Temporada: de 21 de setembro a 2 de dezembro
Horários: terça a sábado (das 9h às 21h); domingos e feriados (das 9h às 19h)
Átrio da Torre (1º pavimento). Grátis. Livre para todos os públicos
SESC Belenzinho - www.sescsp.org.br/belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP) - Tel: (11) 2076-9700
Estacionamento: R$ 6,00 (1ª hora) + R$ 1,00 p/ hora - (não matriculado); R$ 3,00 (1ª hora) + R$ 1,00 p/ hora - (matriculado no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/usuário).